Notícias

Nesta fase, em que nos encontramos em confinamento, tal como, foi realizado, no primeiro confinamento, voltamos a realizar os nossos treinos online.

Desde o momento em que não nos foi possível, estarmos juntos dos nossos jogadores, como gostamos de estar, no campo, utilizamos as diferentes ferramentas para que os nossos atletas pudessem continuar a prática da atividade física.
Desde as nossas equipas de Recreação/Formação, em que, através da criação de salas, numa plataforma online, contamos com mais de 70 atletas a treinar ao mesmo tempo, até às nossas equipas de competição, nenhum dos nossos Jogadores deixou de poder ter acesso a praticar exercício físico, num total de mais de 200 jogadores.

Henrique Silva (Coordenador Técnico)
“Neste segundo confinamento geral que afetou a população Portuguesa, sentimos necessidade de responder em vários planos:

 - Jogador e a Família
 - Manutenção da Atividade Física
 - Formação Interna dos Treinadores


Foi por este motivo que no primeiro dia de confinamento iniciamos um conjunto de atividades, que vínhamos a preparar antecipando o cenário que era previsível, de irmos todos para casa. Desde logo iniciamos os treinos síncronos, orientados e planeados pelos nossos Treinadores. Apostamos também nas tarefas assíncronas, através de desafios semanais, individuais e de equipa, sempre com o objetivo de estimular os nossos jogadores nas suas várias dimensões. Iniciamos a partilha das atividades que estávamos a desenvolver, porque sentimos que partilhando a nossa experiência podemos estimular outros clubes e associações a desenvolver o mesmo tipo de atividades, privilegiando o jogador. Não queremos esconder o que fazemos mas influenciar outros Clubes a nível nacional a não desistirem de estimular os jovens a continuarem a sua rotina de prática desportiva.
Também junto das famílias criamos um conjunto de orientações e guidelines, desde a alimentação, à importância de manutenção das rotinas, alimentação, descanso e sono de forma a contribuímos para um novo equilíbrio.
Junto dos nossos treinadores, aproveitamos este momento para rever e repensar todo o nosso processo, desde o treinos, à forma como olhamos o desenvolvimento de todo o nosso processo desportivo. Realizamos diversas reuniões onde definimos grupos de trabalho, atribuímos tarefas, com o objetivo depois de partilharmos conclusões e assim gerar novas ideias.
Sentimos que só assim foi possível adaptarmo-nos para proporcionar os melhores contextos de aprendizagem aos nossos jogadores, mesmo que por enquanto apenas em formato online, e deixando uma mensagem muito clara, não nos devemos habituar a este novo contexto, queremos voltar ao campo tão breve quanto possível, não podemos esquecer o que realmente é o Futebol: a convivência, o companheirismo, o rir, o chorar, o festejar… isso sim é Futebol. Até lá o nosso único foco é ajudar os nossos jogadores e as nossas famílias a minimizar os terríveis impactos do que estamos a viver. “

Nuno Vieira (Coordenador Futebol de Recreação):
“O diferencial relativamente ao primeiro confinamento, tinha a haver com a integração das nossas equipas de base/recreação nas sessões de treinos síncronas. Congratulamo-nos desde logo com a massiva participação dos nossos atletas e Encarregados de Educação desde a primeira sessão. Seguimos convictos que estamos no caminho certo, e que em breve estaremos juntos .”